Fim da Polícia Militar

A nossa luta contra a militarização das escolas

Pedro Bernardes
adhaiushdaushd

No dia 2 de janeiro de 2019 o governo Bolsonaro lançou o decreto 9465/19, que deu o primeiro passo na tentativa de massificação das escolas militarizadas. Desde então, se intensificam no Brasil as discussões acerca desse modelo. Apesar da amplitude do assunto, poucos estudos de fato foram realizados sobre essa medida.

O Fim do Departamento de Polícia de Minneapolis e a luta revolucionária pelo Fim da Polícia Militar

Chico Aviz
Foto: Rovena Rosa
Foto: Rovena Rosa

 

A Insurreição nos Estados Unidos não arrefece. Mesmo com a burguesia querendo amenizar a ira dos trabalhadores e da juventude, seja punindo os policiais assassinos, seja com outras ações hipócritas, as mobilizações não cessam.

Nota de repúdio à repressão contra estudantes da Universidade Nacional Autônoma de Honduras

Liberdade e Luta

logopit_15614258817911121628454695731976.jpg

A Liberdade e Luta, organização revolucionária de jovens no Brasil,  repudia a ação da Polícia Militar de Honduras que covardemente reprimiu os estudantes da Universidade Nacional Autônoma de Honduras (UNAH) ontem (24/6). 

Solidariedade ao estudante Mateus Ferreira. Queremos o Fim da Polícia Militar!

Liberdade e Luta
matheusf

Durante a Greve Geral do dia 28 de abril o estudante de Ciências Sociais da Universidade Federal de Goiás (UFG), Mateus Ferreira, foi violentamente agredido pela Polícia Militar. O estudante encontra-se internado com diagnóstico de traumatismo craniano e corre risco de morte.

Morre mais um jovem assassinado pela PM durante um protesto

Liberdade e Luta

PELO FIM DA POLÍCIA MILITARMorreu durante a madrugada da última terça-feira (11), na UTI do Hospital Miguel Arras, em Paulista, na grande Recife, o estudante Edvaldo da Silva Alves, de 21 anos. O jovem foi baleado por um policial militar no dia 17 de março durante uma manifestação que exigia mais segurança e paz no município de Itambé, zona da mata norte de Pernambuco. Durante a manifestação, um policial perguntou se Edvaldo seria o primeiro a levar o tiro e, logo após, Edvaldo é baleado. Ao cair no chão, o estudante foi arrastado até o carro da polícia. A ação da PM evidência, ainda mais, a sua real função: reprimir jovens e trabalhadores que lutam por mais qualidade de vida.

Inscrever-se em Fim da Polícia Militar